Aproximações ao Português Língua Não Materna: alguns estudos académicos do 2º Ciclo (Bolonha)

Authors

  • Maria Helena Ançã Universidade de Aveiro

DOI:

https://doi.org/10.12797/SI.18.2019.18.24

Keywords:

Portuguese non-maternal language, linguistic and cultural diversity, teachers’ training reports, masters in teaching, linguistic training

Abstract

Approaches to Portuguese as a Non-Mother Tongue: some Academic Studies (2nd Cycle Bologna)

According to the Bologna process, the teaching graduation courses were extinguished, giving rise to a general course of three years. Then it is necessary to realize a professional Master’s degree (2nd Cycle) to teach in Portuguese schools. In this context, and considering the Portuguese legislation that defines the legal regime of professional qualification, the students must develop an empirical study, during their Pedagogical Practice in schools, to be included in their Teaching Internship Reports (IR)/Master’s Reports. These Reports have to be defended in public examinations. Considering the Portuguese social and educational landscape, multicultural and multilingual, in the present, these students are confronted, in the school context, with the challenge of teaching Portuguese to non-mother tongue’s pupils and to native pupils, therefore to pupils with different linguistic backgrounds. Thus this text intends to analyze 10 studies/IR carried out between 2012 and 2017, under my supervision, whose power lines are: themes, concepts, strategies, and also the main conclusions.

References

AMADO, J. (coord.) (2013), Manual de Investigação Qualitativa em Educação, Imprensa da Universidade de Coimbra, Coimbra, https://doi.org/10.14195/978-989-26-0879-2. DOI: https://doi.org/10.14195/978-989-26-0879-2

ANÇÃ, M. H. (2003), “Português–língua de acolhimento: entre contornos e aproximações”, Comunicação ao Congresso Internacional sobre História e Situação da Educação em África e Timor, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa, Lisboa.

ANÇÃ, M. H. (2017), “A Língua de Acolhimento na Educação em Português” em: Mendes, E. [et al.] (eds.), Anais do XI CONSIPLE: Formação de Professores de PLE/PL2 no Contexto do Multilinguismo Global, SIPLE/Sociedade Internacional de Português Língua Estrangeira, Salvador, pp. 34-44.

ANDRADE, A. I., MARTINS, F. (2017), “Desafios e possibilidades na Formação de Professores – em torno da análise de relatórios de estágio”, Educar em Revista, 63, Paraná, pp. 137-154, https://doi.org/10.1590/0104-4060.49134. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.49134

BOGDAN, R., BIKLEN, S. (1994), Investigação Qualitativa em Educação. Uma introdução à teoria e aos métodos, Porto Editora, Porto.

COUNCIL OF EUROPE (2001), European Language Portfolio, Language Policy Programme, [on-line] http://www.coe.int/en/web/portfolio – 18.04.2011.

DECRETO-LEI nº 43/2007, Diário da República n.º 38/2007, Série I de 2007-02-22, Portugal, [on-line] http://data.dre.pt/eli/dec-lei/43/2007/02/22/p/dre/pt/html – 28.09.2017.

DECRETO-LEI nº 79/2014, Diário da República n.º 92/2014, Série I de 2014-05-14, Portugal, [on-line] http://data.dre.pt/eli/dec-lei/79/2014/05/14/p/dre/pt/html – 1.12.2017. DOI: https://doi.org/10.4414/pc-d.2014.00237

JAMES, C. (1995), “L’essor et la chute de l’éveil au langage” em: Moore, D. (coord.), L’éveil au langage. Notions en questions, 1, CRÉDIF/LIDILEM, Paris, pp. 25-44.

JAMES, C., GARRETT, P. (1992), “The scope of Language Awareness” em: James, C., Garrett, P. (eds.), Language Awareness in the Classroom, Longman, London, pp. 3-23.

LOURENÇO, M., ANDRADE, A. I., MARTINS, F. (2017), “Formar para a diversidade linguística e cultural na educação infantil: possibilidades de construção de conhecimento profissional”, Revista Internacional de Formação de Professores, 2(2), Itapetininga, pp. 76-99.

MADEIRA, A. [et al.] (2014), Avaliação de impacto e medidas prospetivas para a oferta do Português Língua Não Materna (PLNM) no Sistema Educativo Português, Direção Geral de Educação / Ministério da Educação, Lisboa.

MATEUS, M. H. M. (2011), “Diversidade Linguística na Escola Portuguesa”, Revista Lusófona de Educação, 18, Lisboa, pp. 13-24.

SERVIÇOS DE ESTRANGEIROS E FRONTEIRAS (2018), Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo 2017, [on-line] http://sefstat.sef.pt/Docs/Rifa2017.pdf – 28.08.2018.

VIEIRA, F. [et al.] (2013), “O papel da investigação na Prática Pedagógica dos Mestrados em Ensino” em: Silva, B. [et al.] (orgs.), Actas do XII Congresso Galego- Português de Psicopedagogia, Braga, pp. 2641-2655 [on-line] http://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/25492/1/Flavia_Vieira_et_al_2013_Papel%20_da_Investigacao_na_Pratica_Pedagogica_dos_Mestrado_em_Ensino.pdf – 10.11.2017.

Downloads

Published

2019-12-31

How to Cite

Ançã, Maria Helena. 2019. “Aproximações Ao Português Língua Não Materna: Alguns Estudos académicos Do 2º Ciclo (Bolonha)”. Studia Iberystyczne 18 (December):337-48. https://doi.org/10.12797/SI.18.2019.18.24.

Issue

Section

Linguística, didática e estudos de tradução

Funding data